22 de setembro de 2017

A propósito de livros...

Nos últimos tempos, as leituras têm sido fragmentos.

Vejamos, andei às voltas com o livro A Cabana de  WM. Paul Young. Ver aqui. 
Relata a história de um homem que após um acontecimento de vida dramático se reconcilia com a sua fé.
Numa visão muito pessoal, não encontrei no livro as respostas que esperava. A escrita é um pouco obsoleta, por vezes, dei comigo a pensar se era português de portugal. A narrativa podia estar melhor construída, tem partes um pouco fantásticas e obliquas demais. Embora tenha lido até ao fim, com esforço, não me arrependo totalmente mas não me surpreendeu.

Logo a seguir, regressei a uma autora sueca que aprecio: Camilla Läckberg
A Sombra da Sereia é um livro bem conseguido que cativa do inicio ao fim. Tem-se aquela saudável noção paradoxal de querer devorar as páginas para saber o que acontece e, ao mesmo tempo, lamentar que o livro acabe. Ver aqui.

20 de setembro de 2017

Pensamento #22



Enquanto Phoenix deambula contra a corrente, bebe lentamente a palavra de grandes mestres.


PORQUE

“Porque os outros se mascaram, mas tu não.
Porque os outros usam a virtude 
Para comprar o que não tem perdão. 
Porque os outros têm medo, mas tu não. 
Porque os outros são os túmulos caiados
Onde germina calada a podridão.
Porque os outros se calam, mas tu não.

Porque os outros se compram e se vendem
E os seus gestos dão sempre dividendo.
Porque os outros são hábeis, mas tu não. 

Porque os outros vão à sombra dos abrigos
E tu vais de mãos dadas com os perigos. 
Porque os outros calculam, mas tu não.”

                                                                                             Sophia de Mello Breyner Andresen

6 de setembro de 2017

Pensamento #21




Conhecemos as palavras. Mas o que sabemos sobre a fonética, a morfologia e a narrativa de quem as humaniza a cada fracção de tempo?